sábado, 29 de dezembro de 2012

O FOGUEIRINHO OUVIU – O caso da Fazenda

O Fogueirinho andou passeando pela zona rural de uma certa cidade e, ao ouvir a entrevista do marido da futura secretária de um dos municípios da região dos lagos, entendeu que a fazenda do rapaz será utilizada como sede de um dos projetos da secretaria de sua esposa.
 
Ou seja: a Secretária vai utilizar o dinheiro público para “alugar” a fazenda do próprio marido e desenvolver ali alguns projetos de sua própria secretaria.

Pode isso Arnaldo?

Mas sabem como é: o Fogueirinho anda por aí tocando violino e é sempre difícil saber se ele ouviu certo ou se o som do instrumento atrapalhou a audição da conversa. Pode ser que ele tenha escutado errado. Mas também pode ser que o Fogueirinho tenha escutado tudo – até o que não deveria...

2 comentários:

Julio disse...

Bem, o Arnaldo, só entende de futebol. Em Cabo Frio o mais recomendado seria perguntar: a finada Agatha Christie(que Deus a tenha!). Mas poderia perguntar também ao finado Tim Maia(Que Deus o tenha!), que iria de responder como grande parte da população gosta, ou seja, cantando para alegra a massa.
Som na Praia DJ, digo na Caixa:

Vale, vale tudo
Vale, vale tudo
Vale o que vier
Vale o que quiser

Só não vale
Dançar homem com homem
Nem mulher com mulher,
O resto vale

Anônimo disse...

Para que serve o MP ?