Rio -  A devassa feita na Prefeitura de São Gonçalo chega em momento delicado para a campanha de Adolfo Konder (PDT), que teve 41,65% dos votos no primeiro turno, contra 25,22% de Neilton Mulim (PR), mas não está mais na dianteira.

Em pesquisa divulgada nesta quarta pelo Instituto Ulrich, se considerados os votos válidos, os dois estão empatados com 50% das intenções. Mulim, porém, tem a preferência do eleitorado mais jovem, entre 16 e 34 anos (55%), e com níveis médio e superior (54%).
 
Konder é mais cotado entre os eleitores que têm só o ensino fundamental (55%) e na faixa etária entre 45 e 59 (59%). A pesquisa, feita com 800 eleitores, tem margem de erro de 3,5 pontos e tem registro TRE-00258/2012.

FONTE: O DIA