quinta-feira, 19 de abril de 2012

EDITORIAL - O silêncio que precede o esporro

O silêncio atual dos pré-candidatos e dos partidos sobre suas articulações em relação ao pleito deste ano é de se esperar. Aproxima-se o momento das convenções e as definições são feitas cada vez mais sem alardes, para que os acordos não sejam "descumpridos" em cima da hora, ou seja, na hora das convenções municipais.

As convenções municipais dos partidos devem ser realizadas até o final do mês de junho e definirão candidaturas, alianças, coligações e tudo mais. O que for surpresa para o povo nesses momentos, em geral, será fava contada para os articuladores e os presidentes de legendas, atuantes nos bastidores.

Mas estes também podem ser surpreendidos com visitas inesperadas às suas convenções, que tragam boas ou más notícias, em geral, vindas de cima, isto é, dos Diretórios estaduais ou nacionais.

Fatos semelhantes ocorreram em 2008, ainda que em outros contextos.

É esperar para ver.

Bom dia!

Nenhum comentário: