domingo, 11 de março de 2012

EDITORIAL - Um ano de tsunami

Hoje faz um ano que a tragédia japonesa ocasionada por um tsunami - que acabou gerando também um acidente nuclear - ocorreu e chocou o mundo com imagens impressionantes.

O poder de reconstrução do povo japonês, entretanto, é inegável: com uma economia forte e uma identidade focada, organizada e coesa, a estrutura social nipônica foi capaz de reconstruir boa parte do país, evitar mortes e refazer cidades.

Seria mais do que absurdo desejar a implantação de tais princípios em cidades como a nossa, mas obter dali ensinamentos não parece loucura.

Preparar nossa cidade para a tragédia da perda dos royalties pode ser nossa maior chance de sobrevivência em um futuro próximo desastroso. Coletar fundos, fazer superávit e aplicar alíquotas dos royalties tem de ser política basilar de uma gestão séria e que visualize um futuro a médio prazo para a população.

Ainda é possível, mas é preciso começar já.

Bom dia!

Um comentário:

Julio disse...

UM ANO? NÃO VAI FAZER OITO ANOS, DIA 05 DE OUTUBRO? AH, TÁ CERTO!
ESTAMOS FALANDO DE TSUNAMI DIFERENTE. ESQUECE!