terça-feira, 31 de maio de 2011

PARALISAÇÃO NACIONAL DOS PROFESSORES EM 31 DE MAIO - OPINIÃO


A paralisação nacional dos professores, programada para 31 de maio, não é oficial, já que a legislação federal entende que paralisações de classes somente são legítimas quando convocadas a partir de assembleias organizadas pelas entidades representantes de direito, a saber, os sindicatos, em nível municipal e estadual; e as confederações de sindicatos, a nível federal. Como a CNTE, representante nacional dos professores, não convocou a paralisação do dia 31, que constitui um movimento independente divulgado pela intertnet, as faltas dos professores, juridicamente, não serão “perdoadas” pelos magnânimos e impávidos gestores públicos e educacionais.

Na minha opinião, o Brasil precisa acompanhar o ritmo da conjuntura política internacional, especialmente de alguns países europeus, que procedem um retorno à democracia direta.

Penso que é necessária uma alteração na legislação federal, permitindo, por exemplo, que se 60% dos profissionais da educação de uma entidade federativa (cidade, estado ou país) se reunirem de forma independente em assembleia e deflagrarem uma greve, por opç]ão da maioria, esta paralisação deve ser reconhecida oficialmente, à revelia da concordância sindical.

Para isso, as entidades federativas (governos municipais, estaduais e federal) deveriam manter atualizado em seu sites oficias o número de profissionais da educação das redes, a fim de efetuar o cálculo em tela - o que seria também uma foprma de promover a transparência das contas públicas por tabela

Assim, os sindicatos manteriam sua preponderância jurídica, não perdendo seus direitos de representarem juridicamente o trabalhador, mas haveria uma brecha para a mobilização trabalhadora popular e direta, independente da questão institucional. Imaginemos que maravilha seria uma assembleia independente de professores de todo o país, convocada pela internet, que decidisse uma paralisação e fosse esta reconhecida juridicamente. Hoje, não temos essa possibilidade legal. Os sindicatos precisam ser respeitados e fortalecidos, mas alternativas de organização espontânea do trabalhador também urgem serem atendidas.

domingo, 29 de maio de 2011

MIGALHAS...



---------- JÁ ESTÁ NAS RUAS a 1ª edição do jornal Demorô! com distribuição em toda a Região dos Lagos. Dirigido aos jovens, do ensino médio à faculdade, o jornal “Demorô!” tem tiragem inicial é de 5 mil exemplares e a distribuição é gratuita.

---------- MAIORES INFORMAÇÕES: jornaldemoro@gmail.com. O projeto tem comando de Ricardo Cox e Paulo Klem, a dupla dinâmica da imprensa séria e alternativa da região.



---------- NO DIA 4 DE JUNHO, O DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PARTIDO VERDE em Cabo Frio promove sua Festa de Filiação. O evento acontece a partir das 18h30min no Muxarabi Albergue da Juventude: Rua Eleonor Santa Rosa, 13.



---------- O 9° FESQ - Festival de Esquetes de Cabo Frio encontra-se com as inscrições abertas . Maiores informações no site http://www.fesq.com.br/. O evento, sucesso nacional, segue no comando dos grandes Pablo Alvarez e Yuri Vasconcelos.



---------- TAMBÉM ENCONTRAM-SE ABERTAS AS INCRIÇÕES para o Curta Cabo Frio de 2011. O prazo é até 22 de julho.



---------- NEM TODO MUNDO ENTENDEU quando o Deputado Estadual Luiz Paulo (PSDB) falou sobre mexicanização política nessa semana na Tribuna. Tratava-se de uma referência ao processo de esvaziamento da oposição no país latino, que, praticamente, tem no governo há anos uma força sem adversários.



---------- CLARO QUE O FOCO ERA O PSD, que, assim como em São Paulo, age no Rio objetivando tirar quadros de partidos como DEM, PSDB e PPS para levá-los à base do governo de maneira camuflada.



---------- EM CABO FRIO, A HISTÓRIA é de polarização, e não de mexicanização. 2012 não será diferente...

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Oitavo Encontro Nacional de Fé e Política será em São Paulo


Entre os dias 29 e 30 de outubro, a cidade de Embu das Artes (SP) sediará o oitavo encontro nacional de Fé e Política. A iniciativa liga-se a setores da Igreja Católica alinhhados com a preocupação social e os encaminhamentos políticos das necessidades populares. Coordenado por Frei Betto, Leonardo Boff, entre outros teólogos, o movimento há anos organiza-se em prol da não-omissão do cristão diante da situação política do país e de cada realidade regional.

Na Alerj, Janio defende ensino superior em Cabo Frio




Plano estadual de Educação define a expansão da UENF para a Baixada Litorânea

O deputado estadual Janio Mendes (PDT) levou para a tribuna da Alerj a discussão em torno da implantação de uma unidade estadual de ensino superior em Cabo Frio. Apesar de muito se falar num possível campus da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Janio atenta que no Plano Estadual de Educação, em vigor desde dezembro de 2009, a unidade responsável por atender a Região das Baixadas Litorâneas, que contempla o município de Cabo Frio, é a Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF).

Durante o discurso, Janio lembrou que toda a grade de ensino fundamental já foi absorvida pelo município de Cabo Frio, ficando apenas o Ensino Médio sob a responsabilidade do poder público estadual, como define a legislação.

- Já começamos a discutir a interiorização da UENF com as autoridades estaduais, uma vez que é a unidade responsável por atender a nossa região. Não podemos deixar que as atenções sejam desviadas com a proposta de implantação do campus da Uerj, uma vez que isso é impossível segundo o Plano Estadual de Educação – alertou o deputado.

Janio acredita que a universidade poderia ser implantada no prédio onde hoje está instalado o Colégio Estadual Miguel Couto, que recentemente passou por obras de melhorias.
- Já temos um espaço pronto para receber a unidade. Temos que priorizar a implantação de cursos de engenharia como a mecânica, naval e civil, uma vez que o mercado carece desses profissionais. Estamos tão próximos dos polos de Itaboraí e de Macaé e não conseguimos fazer com que os nossos jovens sejam absorvidos por falta de qualificação. O mercado, hoje, importa esses profissionais, o que é inadmissível – comentou Janio.

Ainda no plenário, Janio disse que está somando forças com os secretários estaduais de Educação, Pesca e Ciência e Tecnologia para que o bairro da Praia do Siqueira, em Cabo Frio, seja contemplado com um Centro Vocacional Tecnológico (CVT), a ser implantado na escola estadual do bairro, e que seja voltado para a educação ambiental e pesqueira.

- A Escola Estadual da Praia do Siqueira é uma das mais bem equipadas da nossa região e está sendo utilizada aquém de sua capacidade. Um Centro Vocacional Tecnológico destinado à educação ambiental e pesqueira atenderia à população da região, que tem como a pesca uma de suas vocações – finalizou o deputado.

Primeira Antologia Poética da Região dos Lagos será lançada neste sábado, 28 de maio



A AleArt – Academia de Letras e Artes da Região dos Lagos, com os organizadores Carlos Ribeiro, Cásssia Fouraux e Presidente Fouraux, reuniu 51 escritores e formatou a primeira antologia da Região dos Lagos.

O livro de nome “Essências – primeira antologia da Região dos Lagos” será lançado no próximo sábado, dia 28 de maio, no museu José de Dome - Charitas, às 19 horas, e tem seu prefácio assinado pelo Conde Thiago de Menezes, Presidente da FALASP - Federação da Academias de Letras e Artes de São Paulo, que já confirmou presença no evento.

Logo após, será realizado um encontro cultural na Casa Atelier Eliane Guedes, a partir das 20h30min para comemoração desse grande lançamento, com o objetivo de exaltar ainda mais a cultura regional.

Nesta noite, além do coquetel pelo lançamento, vários artistas da Região dos Lagos se apresentarão e mostrarão um pouco de cada segmento cultural, diversificando e interagindo com o público presente.

Dança, teatro, música, literatura serão algumas das atrações previstas.

A casa atelier fica na Rua Francisco Paranhos, n° 428 – Vila Nova, Cabo Frio e a entrada será gratuita.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Sérgio Cabral reitera apoio a Janio



O governador Sérgio Cabral (PMDB) reforçou o apoio ao deputado Janio Mendes (PDT) numa possível candidatura à prefeitura de Cabo Frio, durante o almoço da bancada pedetista e outras lideranças, no Palácio das Laranjeiras. Em abril, Cabral já havia manifestado sua posição na sucessão municipal cabo-friense ao final da cerimônia que marcou a assinatura do decreto que cria o Parque Estadual da Costa do Sol, em Armação dos Búzios. Na ocasião, o governador abraçou o deputado, pediu para que os fotógrafos registrassem aquele momento e afirmou: “Agora chegou a vez de Janio em Cabo Frio”.

Na foto: Sérgio Cabral (PMDB), Janio Mendes (PDT), Paulo Melo (PMDB) e André Correa (PPS), líder do governo na Alerj

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Governo Dilma ganha e perde batalha do Código Florestal



Nesta noite intensa na Câmara dos Deputados em Brasília, o governo Dilma conseguiu aprovar o texto-base do Novo Código Florestal Brasileiro, apenas com a negativa do PV e do PSOL, defendidos na tribuna, respectivamente, pelos Deputados Aluizio, de Macaé, e Chico Alencar, do Rio de Janeiro. Entretanto, o Governo perdeu a queda de braço acerca da Emenda 164, que estende aos estados a autonomia de regrar atividades agropecuárias em APP's, bem como de anistiar desmatadores nestes locais. O resultado mostra que a presidenta não tem a Câmara exatamente em sua mão, posto que muitos Deputados da base votaram a favor da emenda, ainda que o discurso afinado pelo Governo tenha sido o contrário. Dilma deve vetar a emenda, já adiantou o líder do Governo Vacarezza.

terça-feira, 24 de maio de 2011

TRISTEZA: Morre Abdias Nascimento, herói da causa negra



Fonte: Blog do Brizola Neto (http://www.tijolaco.com/)

Hoje é um dia de tristeza que, embora esperado, dói muito em todos os que acreditam na igualdade humana e têm nojo do racismo. Morreu Abdias do Nascimento, um homem que foi tantas coisas que é difícil enumerar e, em todas elas, foi um só: um brasileiro negro, que amor a arte, o conhecimento e as pessoas.

Abdias, que nasceu em 1914, viveu intensamente seus 97 anos de lutas. Luta como soldado, nas revoluções de 30 e no levante paulista de 32, luta para se formar economista, em 38. A luta contra o Estado Novo e contra o racismo o levam, em 1941, à Penitenciária de Carandiru, onde cria o Teatro do Sentenciado, organizando um grupo de presos que escrevem, dirigem e interpretam.

E não pára nisso. Cria o Teatro Experimental do Negro, interpreta no teatro e no cinema – Orfeu da Conceição, que virou Orfeu do Carnaval foi um de seus trabalhos mais conhecidos.

Obrigado a deixar o país pela ditadura, torna-se Conferencista Visitante da Universidade de Yale University,em 69. Um ano depois funda a cadeira de Culturas Africanas no Novo Mundo, na Universidade do Estado de Nova York.

No fim dos anos 70, com meu avô, Leonel Brizola, funda o PDT e, nele, o Movimento Negro. No primeiro Governo Brizola, foi deputado federal. No segundo, foi secretário de Estado de Defesa e Promoção das Populações Afro-Brasileiras e, com a morte de Darcy Ribeiro, assumiu uma cadeira de Senador.

Nos últimos anos, com a saúde não deixava Abdias mover-se muito. Mas sua luta jamais parou. Daqui a pouco, vou postar o programa Espelho, apresentado por Lázaro Ramos, exibido por ocasião de seus 95 anos. E posto, aí em cima, seu discurso sobre Zumbi dos Palmares, no Senado da República do Brasil.

Do Brasil de todas as cores!

MIGALHAS...



---------- NESTE MOMENTO A POLÍCIA faz operação com caveirão em Manguinhos. O objetivo é coibir as ações de traficantes daquela favela contra taxistas, que têm sido assassinados na cidade nas últimas semanas. Os profissionais são obrigados a fazerem "bonde" para os bandidos e em seguida são mortos.


--------- NESTE DOMINGO, UM BEBÊ foi encontrado em um quiosque abandonado em Aquárius, Tamoios. O bebê foi encaminhado para o hospital local e em seguida para o Hospital da Mulher, onde permanece até hoje. A criança já foi apelidada de David pelas enfermeiras. Seu estado inspira cuidados e a ideia é o encaminhamento ao abrigo municipal assim que sua saúde for reestabelecida.


---------- MARCOS SACRAMENTO E MOYSEIS MARQUES são duas boas pedidas da nova geração do samba carioca para quem gosta de ouvir regravações de bons sambas antigos. Na pauta, Noel Rosa, João Nogueira, Cartola e outras feras.


---------- JÁ O ROCK IN RIO esgotou seus ingressos em apenas quatro dias. Este blogueiro ficou frustrado por não obter sua entrada.


---------- HOJE TEM VOTAÇÃO NA CÂMARA SOBRE o veto do Prefeito Mirinho Braga ao reajuste dos servidores municipais em Búzios. O bicho vai pegar.


--------- O MAPA DA CIDADE, DISPONÍVEL NA SECRETARIA DE TURISMO de Cabo Frio, mantém a setorização cromática criada por Alair Corrêa; apresenta a Avenida Wilson Mendes, mas esquece a Ponte Deputado Márcio Corrêa, apresentando apenas a Feliciano Sodré. O Gamboa Shopping ainda é chamado Rua dos Biquinis. Interessante...


---------- CABE LEMBRAR QUE A INAUGURAÇÃO DA PONTE Márcio Corrêa se deu em 2004 e o Gamboa Shopping foi inaugurado em 2002.

CIDADE JARDIM



Por José Facury*

É inacreditável que o poder econômico de uma cidade, onde reside uma televisão que se empenha em fazer uma novela falando dela e com artistas nativos. E ainda com a possibilidade de promover esse poder, consorciando-o diariamente nos lares de quem a irá assistir, não chegue junto nessa empreitada.

Assim como todas as artes, onde o empenho em fazê-la é maior do que qualquer viabilidade econômica. Fazer uma novela é mais complicado ainda. Pois, exige uma grande equipe com características distintas. Em sendo, altamente desgastante para todos que se envolvem nela, exige aparelhamento técnico de primeira, atores disponíveis e locações viáveis para que o som não interfira na continuidade das tomadas. Cada cena de um capítulo exige a disponibilidade de, pelo menos seis horas. Na Cidade Jardim, já se passam cinco meses.

O ideal seria que tivéssemos duas câmeras e uma ilha de edição no setting para tudo andar bem mais rápido. Preciosismo demais. Seguimos na forma cinematográfica: uma câmera, criatividade e muito empenho. Amador no sentido da paixão e mambembe no sentido da tradição. O stress rola, contornado apenas pelo prazer em contribuir pela relevância do momento.

Esta falta de estímulo do empresariado local nos indicará gravemente, e isso é que é péssimo, que o nosso poder econômico não liga para a cultura da nossa terra. Já havia sentido isso na captação para o nosso teatro, mas na televisão não.

E se fosse um artista global? Teriam a mesma negativa. Claro que não! Também já tive essa experiência com Herson Capri, ao lado. Abriam tudo para ele. Os mesmos que me negavam antes, na presença dele viravam tietes. Queriam colocar a mulher e os filhos para serem fotografados ...etc. Ele, praticamente tirou o seu cachê, só no apoio cultural. A bilheteria foi lucro. E isso no século passado... E, constatei a alma midiatizada do nosso poder econômico.

Triste sina a nossa... Triste do lugar que, quem pode não quer se associar com os seus conterrâneos que criam belas imagens falando da nossa terra... Da nossa gente mais comum.

Mas nada está perdido, e este clamo chega em boas horas. Essa falta de estímulo esmorecerá que as novas gerações aventurem nos seus desejos de criar. Poder público e empresários, fiquem atentos a essa demanda que bate à sua porta... Ela não é só dos envolvidos na produção. Ela é de todos nós. A negativa revelará a nossa pequenez sócio-cultural comunitária.


* Professor e teatrólogo - UERJ

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Obra de arte roubada no Peró


Deu no site do jornal O Globo:



Por Paulo Roberto Araújo

RIO - Um siri candeia, de dois metros de comprimento por 1,5 metro de altura, esculpido em madeira há mais de 30 anos, foi furtado, neste fim de semana, na Praia do Peró, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. A obra era um dos atrativos procurados por turistas para fotografias.

O trabalho foi feito pelo artista popular Washington Silva, de Niterói, que faleceu há dez anos. Ele foi encomendado por Fernando Frederico, dono de um restaurante na praia, que morreu há quatro anos. Filha de Fernando, a universitária Tatiana Frederico registrou queixa na delegacia de Cabo Frio e está oferecendo uma recompensa para quem der pistas, através do disque-denúncia (Telefone: 0300-2531177), para localização da obra, que fora restaurada há um ano pela artista plástica Patrícia Carrilho Nunes.

- A obra tem um valor incalculável porque o Washington era o único artista que tinha o dom de esculpir peças de madeira com detalhes boleados - disse a artista.

FONTE: http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/05/23/furtada-obra-de-arte-que-era-atracao-em-praia-da-regiao-dos-lagos-924513328.asp#ixzz1NBBJxTUz

sábado, 21 de maio de 2011

Lançamento do Programa Rio Sem Homofobia será nesta segunda-feira



MIGALHAS...




---------- ÓTIMAS AS OBSERVAÇÕES do professor Chicão sobre meu texto de hoje na Folha dos Lagos. Ele tem razão - deixei de lado uma reflexão mas ampla sobre a polaridade entre esquerda e direita, atendo-me apenas à questão política e partidária, que, em geral, tem trazido mais problemas que soluções para a sociedade. Valeu mestre.





---------- MUITO ESTRANHA A FORMA COMO A IMPRENSA abafou a operação do BOPE no morro da mangueira hoje pela manhã. Apenas a TV Record transmitiu algumas imagens ao vivo. As outras emissoras se omitiram durante e depois do ato. Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas. O BOPE avançou com o caveirão, metralhadoreas e um efetivo de 70 homens.





---------- OS MILITARES FORAM APEDRAJADOS pelos moradores do morro e tiveram que se retirar. As imagens são impressionantes.





---------- AGRADEÇO O APOIO RECEBIDO DE TOTONHO e demais companheiros nos últimos dias. É muito importante saber que há quem concorde com a postura que tentamos imprimir aqui neste espaço.





---------- ONTEM, NO LANÇAMENTO DA NOVELA CIDADE JARDIM no Tamoyo Esporte Clube, pude conversar civilizadamente c om Álex Garcia. Bom saber também que há pessoas como ele que sabem separar o pessoal e o político, possibilitando uma conversa civilizada.





---------- CONVERSAS BOAS TAMBÉM SURGIRAM com Maurinho Dantas, Silvana, Edson, Guaral, Cláudio Leitão, Beth Michel e Andréa Sarmento. Nos intervalos, boa cerveja.





---------- POR FALAR NO EVENTO DE ONTEM, tivemos um verdadeiro sucesso. Parabéns a Edson, Lebre e Guaral, que reuniram uma multidão na ocasião. De autoridades, estiveram presentes os Vereadores Silvan e Silas Bento, e o Deputado Estadual Janio Mendes, que acompanhou o primeiro capítulo na primeiria fileira, além de ter apoiado a realização do evento.





----------

Esquerdas e direitas



Publicado no Jornal Folha dos Lags em 21 de maio de 2011



Decidi escrever um texto sobre a disputa, existência e diferença entre esquerda e direita. Eu, que já fui acusado de não reconhecer a oposição entre ambas (seria eu um maneta político?) venho por meio desta declarar em opinião: existem, são diferentes, são opostas, mas não são absolutas.

Em minhas penosas aulas, tenho buscado estabelecer uma relação profícua entre as disputas políticas da Convenção, durante a Revolução Francesa, e o estabelecimento das diferenças entre políticas de esquerda e direita, considerando que os Jacobinos sentavam-se à esquerda nas reuniões e os Girondinos à direita, sendo aqueles representantes dos trabalhadores urbanos franceses, desejosos de uma revolução mais radical, ao passo que estes representavam a alta burguesia financeira, ávidos por uma revolução mais branda.

Ao explicar, nesta relação, o surgimento das terminologias políticas que aqui discutimos, eis que um embaraçoso discente me lembra que existem ainda “centro”, “centro-direita”, “centro-esquerda” entre outros. Ao afirmar que essas posições eram, na verdade, frutos de detalhamentos menores de posições políticas maiores, polarizadas, numa macrovisão, em direita e esquerda, fui perguntado se eu seria de direita ou de esquerda. Sem pestanejar, respondi: sou de esquerda!

Ser de esquerda, para mim, entretanto, não significa, em primeiro lugar, absolutizar o termo. Se ser de esquerda significar pertencer a um partido político de esquerda - por exemplo, um partido comunista ou socialista – veremos pelo Brasil e pela região coronéis, que muito bem se encaixariam nos ditames autoritários da República Velha, terem a permissão de “serem de esquerda”. Por outro lado, veremos políticas sociais igualitárias e voltadas aos pobres e trabalhadores serem proibidas de serem definidas como canhotas por serem executadas por partidos ditos de direita.

Nesse sentido, partidos nacionalmente de direita podem assumir posturas de esquerda nas realidades locais e vice-versa. Falo aqui da diferença entre discurso e prática, até porque as realidades partidárias de hoje sã bem diferentes da abertura democrática brasileira nos anos 80, ou ainda, da Rússia dos anos 20 – o eleitorado prende-se mais ao candidato que aos partidos e os partidos abrem-se mais a candidatos que, por vezes, pensam bem diferente de seus estatutos, o que nos leva a concluir que as configurações de esquerda e direita se sobrepõem às siglas partidárias, podendo se desenhar livremente nas relações políticas locais, dependendo do programa de governo e das ações dos atores políticos.

Ser de esquerda também não significa entender a esquerda como uma existência homogênea. A esquerda revolucionária francesa abrigava trabalhadores urbanos, mas também uma burguesia comercial que dificilmente subiria favelas ou iria guerrear no Araguaia. Contra um inimigo maior, a esquerda se une, esquece as divergências e se baseia nos ideais básicos do respeito à liberdade de expressão, igualdade, entre outros. Foi o que aconteceu com o MDB durante a ditadura militar, por exemplo. Sem o inimigo maior, entretanto, a esquerda divide-se em diversos grupos: trata-se, para Evans-Pritchard, de um processo natural de coesão social, baseado no paradigma de fissão e fusão. As disputas entre Lula e Brizola nos anos 80/90, com intervalos de aliança, mostram bem essa realidade.

Hobsbawm entende que os que afirmam a não-diferença entre direita e esquerda são de direita. Concordo, e reafirmo mais que a diferença – a oposição entre ambas. Há uma polaridade evidente entre um pensamento que preza a justiça social, o trabalhador e o pobre, e um pensamente que dedica-se ao lucro a todo custo e à manutenção do status quo dos que enriqueceram ilicitamente. Caminho pela esquerda – só acho que os dois lados dessa avenida possuem muito mais placas, quebra-molas, buracos e depressões do que pode imaginar nossa bipolar imaginação política.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

MIGALHAS...



---------- O SECRETÁRIO DE CULTURA JOSÉ CORREIA anda empolgado com o lançamento do Anuário da Cidade de Cabo Frio 2011. O Anuário foi sem dúvida a grande produção de sua gestão até agora.

---------- E CABO FRIO CONTINUA SENDO NOTÍCIA negativa na mídia brasileira: o caso do bebê de dois anos que ingeriu cocaína e parou na UPA e o descaso com o cemitério municipal só mancham ainda mais a imagem da cidade.

---------- O G.R.E.S. FLOR DA PASSAGEM recebeu punição pelo escândalo do carnaval 2011: toda a sua diretoria foi banida do carnaval por um ano e meio. Resta ainda à Liga decidir se a pontuação zerada da escola acarretará ou não seu descenso - por enquanto, a escola permanece no Grupo Especial.

---------- ARRAIAL DO CABO SERÁ OFICIALMENTE DECLARADA capital estadual do mergulho. O projeto é do Deputado Estadual Janio Mendes.

---------- NESTA SEMANA, O DEPUTADO AINDA participou das discussões sobre a criação do Plano Diretor de Turismo do Estado do Rio de Janeiro; propôs a criação do Dia Estadual de conscientização sobre a Síndorme de Down; e propôs a inclusão de direitos do consumidor na conta de energia elétrica. Há quem responda a alguns questionamentos com trabalho...

---------- TEVE GENTE QUE FICOU IRRITADA com as últimas migalhas...calma pessoal...por que o nervosismo?

---------- QUANTO A MIM, cabe esclarecer que utilizo apenas as minhas mochilas, compradas há muito tempo (em lojas e feiras modestas), não distribuindo nem as minhas, nem outras, nem outros objetos para ninguém. Claro, porém, que alguém aparecerá dizendo que viu alguém, que contou para outro alguém que viu outro alguém tirando uma foto minha distribuindo alguma coisa (talvez rodas-gigantes), não se sabe onde, fotos que jamais serão mostradas "por serem muito horrendas", como diria a assessoria de imprensa do governo norteamericano. Provavelmente, fontes secretas darão conta que fui pago durante anos para esconder um terrorista afegão em minha casa de veraneio no Paquistão - comprada com minhas atividades no mercado negro de pirulitos com chiclete.

---------- O QUE NÃO DÁ PARA ENCARAR COMO NORMAL é o surgimento de paladinos de justiça que até outro dia apoiavam máquinas de domínio e poder, mas que agora se dizem "vítimas" de uma estrutura que anteriormente criaram. Façam-me o favor, comigo não cola. Quem defende o criador da arma não tem moral para reclamar do número de mortos. Quem apoia o dono do abatedouro não faz discurso emocionado contra a morte de animais, nem a favor dos vegetarianos.

---------- ALGUMAS PESSOAS AINDA NÃO PERCEBERAM que Cabo Frio mudou. Plantar boatos, afirmar provas que nunca existiram, dizer que "fulano viu", eram expedientes utilizados na década de 80 nas disputas eleitorais(reiras). Bastava criar um boato e convocar meia-dúzia para espalhar que a informação "pegava". Infelizmente, algumas pessoas hoje ainda subestimam a capacidade e a inteligência do povo cabofriense. Por outro lado, há quem prefira gastar seu tempo trabalhando, comparecendo e atuando. Cada um escolhe seu lado.

----------

quarta-feira, 18 de maio de 2011

MIGALHAS...



---------- NO SÁBADO, O SUBSECRETÁRIO ESTADUAL de defesa do consumidor, o ex-Prefeito José Bonifácio, comemorou mais um aniversário ao lado da esposa Dra.Ana Valadão e da ex-Vereadora Rute Schuindt, em uma feijoada comunitária promovida pela escola municipakl recém criada que leva seu nome. Quem por lá deu as caras também foi Nel, irmão do Deputado Janio Mendes e pré-candidato a Vereador pelo PDT.



---------- E O PMDB DE CABO FRIO vai mesmo ficar querendo a presença de Alair Corrêa, que já foi para o PC do B. Os rumos do partido do Governador Sérgio Cabnral serão outros, e já foram bem conversados nesta semana.



---------- O DEPUTADO ESTADUAL JANIO MENDES deu entrevista para a Folha dos Lagos na edição de hoje. Na pauta,. o caso da distribuição das mochilas, projeções de alianças para 2012 e tudo mais. O entrevistador foi Renato Silveira.



---------- NAS RUAS, A POLARIZAÇÃO dos números que disputam a preferência dos carros já é evidente. O 12 e o 65 disputam os vidros adesivados da cidade - sem dúvida, uma prévia das eleições de 2012.



---------- SEXTA-FEIRA É DIA DE PRÉ-ESTREIA da novela Cidade Jardim, da Jovem TV, a primeira novela da Região dos Lagos. Guilherme Guaral está em polvorosa. A festa será no Tamoyo Esporte Clube a partir das 20h.



---------- O APRESENTADOR VINICIUS CANISSO mandou bem na última edição de seu programa Em Foco, na Jovem TV. Na pauta, o polêmico artigo do diretor do teatro municipal, Anderson Macleyves sobre o "autopreconceito" entre os negros. Ótima a postura tomada por Vinicius no caso.



---------- POR FALAR EM POLÊMICA, neste fim de semana deveremos publicar na Folha dos Lagos artigo sobre a questão esquerda x direita. Chicão, Cláudio Leitão e Marcelo Paes já estão atentos.



---------- E TODO MUNDO CONTINUA AGUARDANDO A PROMETIDA FOTO de Janio Mendes. A promessa foi do neo-blogueiro Dirlei Pereira. Segundo ele, a foto mostra Janio conferindo notas de 500 cestas básicas doadas pelo Deputado. Só vale foto que mostrar Janio, as cestas (tem que ser 500), a nota e o supermercado. Foto da Tribuna da Assembleia, discursando e atuando pela região não vale, é fácil de achar. Lista com a quantidade de presenças de ex-deputados cabofrienses na ALERJ também vale, pode publicar no lugar da foto.

sábado, 14 de maio de 2011

Datas e comemorações

Publicado no Jornal Folha dos Lagos em 14 de maio de 2011


Tradicionalmente, temos no ocidente o hábito de comemorar datas e indexar a elas sentimentos e celebrações, ainda que os motivos destas perpassem toda uma vida. Há toda uma discussão em torno dessas posturas. Religiosamente, por exemplo, enquanto Católicos chegaram a ocupar cerca de um terço do ano com comemorações religiosas na Idade Média, Testemunhas de Jeová, mais recentemente, defendem que prender sentimentos a determinadas datas vai de encontro às Escrituras Sagradas. Culturalmente falando, como já abordamos em outros artigos, temos a discussão de Marcel Mauss acerca da expressão obrigatória dos sentimentos em eventos determinados.

Para além dessa discussão, há de se reconhecer que determinados períodos possuem uma profusão de datas a serem comemoradas, criticadas ou refletidas, como é o caso deste espaço de dias que contextualiza o presente artigo.

Nesta segunda-feira comemoramos o esquecido Dia do Gari. Profissão por vezes vítima de preconceito social, tem merecido atenção da mídia a partir de alguns acontecimentos carnavalescos – leia-se Renato Sorriso – mas ainda permanece na obscuridade da atenção pública. Louvores ao concurso aberto pela SECAF nesta semana, mas atenção à necessidade de melhorias nas condições de trabalho destes profissionais, que, segundo a dissertação de Mestrado de Fernando Braga da Costa, da USP, fazem parte de um conjunto de trabalhadores invisíveis nos meios urbanos, aos quais nem o “bom dia” é doado pelas manhãs agitadas das grandes metrópoles.

Na sexta-feira, comemoramos mais um ano da abolição da escravatura, data que, como todo acontecimento social e político, adentrou o calendário apenas como referencial pontual de um longo processo de debate, embate e discussão, perpassados por uma série de leis anteriores (Lei do Ventre Livre, dos Sexagenários, etc.). O problema é que a abolição é pouco encarada como processo social que continuou após o 13 de maio de 1888 – até hoje, a disputa entre o lugar e o não-lugar do negro na sociedade brasileira, ainda que não mais oficialmente escravizado, é caminho a estar sendo percorrido, com a discussão das cotas, do Estatuto da Igualdade Racial (que constitui avanço, mas carece de novos passos)e de outras políticas públicas nesse sentido.


Finalizando, tivemos, na mesma sexta-feira, a comemoração dos 100 dias de mandato do Deputado Estadual Janio Mendes, com uma prestação de contas do trabalho desenvolvido na ALERJ. Nada mais coerente do que comemorar o início de uma trajetória vitoriosa prestando à população as devidas informações sobre o trabalho até agora realizado, que, com certeza, numérica e qualitativamente falando, já supera os de muitos que, na mesma função estiveram por mais tempo, sem demonstrar igual vontade, participação, resultados e dedicação, provando que o cargo, neste caso, não é tomado como trampolim político, mas como vitrine do que se pode oferecer de melhor para uma população carente de políticas públicas eficientes, populares e de qualidade.

Seja, portanto, este momento, recheado de datas comemorativas, período de festejos, reflexões críticas e projeções de um futuro próximo bem melhor para nossa cidade, que se envolve, querendo ou não, com as demandas sociais que estas celebrações obrigam a discutir.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Sobre a morte


Um aluno meu acaba de falecer. Em meio a tantos acontecimentos corriqueiros, como as velhas e boas aulas com horas marcadas, portas fechadas e corredores vigiados, se vai um jovem. Outros acontecimentos, nem tão corriqueiros assim, mas igualmente clássicos da educação, tais quais as provas – que também eu aplicaria nesta data – passeiam pelos agora vazios corredores como apenas lembranças de uma gostosa tensão, que se esvai com a estranha sensação de dor e perda. Há pedagogos que só vêem nesses jovens amor e paz, e há professores que só enxergam nestes pequenos seres – em especial os dos insondáveis sextos anos – insensibilidade e frieza. Neste momento, vejo eu, todos nós, pedagogos ou professores, encontramo-nos em erro. Nem heróis, nem vilões; nem sentimentais demais nem frios em demasiado, mas apenas jovens, ex-infantes, tão abaláveis e passíveis à dor quanto nós, que, como previa Freud, evoluímos apenas até os 12 anos – o colo durante a dor é nossa busca até os confins da vida que se vai, ou da morte que se aproxima, supondo que essas duas realidades sejam diferentes.

Já vi outros jovens partirem, igualmente, de suas motos para os idos de sei lá onde, dependendo da fé e da crença que, nessas horas, em nada se relacionam com reflexões antropológicas ou teológicas. E o revolucionário discurso de que o professor deve ser apenas um profissional que não se envolva em questões pessoais e afetivas dos alunos? Neste momento, esta parte da minha língua se dobra. Entrego-me à função que me faz professor, que me faz aluno, que me faz ativista política, escritor com sono e tudo mais, que me faz mau e me faz bom: a função precípua, assalariada e desempregatícia de ser humano. Que isso seja o que nos resta, porque o que nos falta é exatamente o que nos faz sermos o que queríamos. Meus sentimentos à família e aos seus amigos.

Palestra na Estácio nesta quinta-feira

segunda-feira, 9 de maio de 2011

MIGALHAS...





---------- E O ACUSADO DE ASSASSINAR o Vereador Aires Bessa já está preso. O suspeito foi encontrado no bairro da Rasa, em Búzios portando revólver de calibre idêntico ao utilizado no crime. A polícia chegou ao rapaz após denúncia anônima. Com certeza, as investigações caminham de maneira mais consistente daqui para frente.





---------- DIA 13 DE MAIO TEM Roda de Jongo em homenagem à abolição da escravatura. O evento será às 19h na Praça de São Benedito na Passagem.




---------- OUTRA FESTA QUE SE APROXIMA é a de comemoração dos 100 dias de mandato do Deputado Estadual Janio Mendes. Lançamentos e novidades acontecerão. O evebto se realizará na Branca Confeitaria. Novidades em breve.



---------- ALIÁS, JANIO MENDES APARECE EM SEGUNDO LUGAR em pesquisa rápida sobre intenções de voto para Prefeito de Cabo Frio, realizada pelo site da Revista Cidade: veja aqui

---------- NO DIA 20 DE MAIO a novela Cidade Jardim realiza sua festa de lançamento no Tamoyo Esporte Clube a partir das 20h. Guilherme Guaral já dorme pouco de ansiedade.



---------- TAMBÉM NO DIA 20 DE MAIO chega às ruas um novo jornal da região: Demorô, jornal voltado para o público jovem a ser distribuído nas escolas da Região dos Lagos com tiragem de 5 mil exemplares. Vale a pena prestigiar.




---------- JAQUES WAGNER, GOVERNADOR da Bahia aceitou raspar a barba e ganhou uma aposta de 500 mil reais, que serão doados ao Instituto Ayrton Senna. Bel Marques, vocalista da Banda Chciclete com Banana já havia participado da brincadeira. Aviso que minha barba não está à disposição da promoção, só se for para ajudar a a Associação de Blogueiros de Cabo Frio.


quarta-feira, 4 de maio de 2011

ASSASSINATO DO VEREADOR AIRES BESSA

O assessor de Aires, Luciano, que se encontrava na mesma mesa do Vereador no momento do crime, também foi alvejado, mas chegou a ser conduzido para o hospital, onde não resistiu e faleceu horas depois. O crime ocorreu na pizzaria do Damasceno, em Unamar, e já é notícia em toda a rede. Aguardamos a divulgação dos horários de velório e enterro para prestar condolências aos familiares.

terça-feira, 3 de maio de 2011

VEREADOR AIRES BESSA É ASSASSINADO

O vereador cabofriense Aires Bessa (PSDB) acaba de ser assassinado em Tamoios, Segundo Distrito de Cabo Frio, seu reduto eleitoral. Aires foi alvejado e não resistiu. Seu segurança pessoal encontra-se internado em estado grave. Seu corpo está em frente a uma padaria em Unamar.
Aires exercia seu sétimo mandato na Câmara Municipal.

MIGALHAS...


---------- A REUNIÃO DO PDT DE CABO FRIO ONTEM lotou. No livro de assinaturas, mais de 100 presentes. A migração dos grupos políticos de Marquinho Mendes e, principalmente, Alair Corrêa, era evidente.

---------- PARA QUEM TINHA DÚVIDAS sobre a postura do Deputado Janio Mendes, a falação de ontem deixou clara sua postura crítica em relação à localização do Shopping Park Lagos e à política de saúde do município.

---------- POR FALAR EM SAÚDE, A UPA de Cabo Frio ontem, que deveria ontem contar com um plantão de 3 médicos, funcionava com apenas uma médica. Os pacientes eram estimulados pelos funcionários a reclamarem com a administração. Um pandemônio.

---------- A ESTRUTURA DA UPA, teoricamente positiva, esbarra na mesquinharia dos recursos e na deficiência numérica dos profissionais dispensados pelo estado. Deram a rede, mas esqueceram de dar nó nas cordas.

---------- TEM SECRETARIA DE OLHO no prédio da atual biblioteca municipal. A opulência e centralidade do espaço, no centro nervoso da cidade, com certeza dão visibilidade política. Por outro lado, a ideia de levar a biblioteca para o prédio anexo à Prolagos é um atentado técnico - não há estrutura para suportar o peso dos livros na construção quase 100% pré-moldada. A biblioteca ali seria a garantia de uma tragédia nada positiva para um governo de olho em 2012.

---------- NA LIGA DAS ESCOLAS DE SAMBA DE CABO FRIO, a vice-presidente Carla deverá renunciar nos próximos dias. Com isso, o primeiro-secretário Carlinhos, da Acadêmicos de Tamoios, assume a função.

domingo, 1 de maio de 2011

Uma homenagem ao Dia do Trabalhador



Garimpeiro de sambas antigos, especialmente regravados, encontrei esta belíssima composição regravada por Moyseis Marques, que conta com a participação do grande Luiz Carlos da Vila. Na mensagem, a certeza de que, seja qual for a profissão, o amor e a fé são, sem dúvida, os grandes ofícios do trabalhador. A ética e a coragem estão entre as suas principais funções. Parabéns trabalhador!

Profissão
Andre Renato, Luiz Carlos da Vila e Sereno

Acredito que Deus me fez um varredor
Pra jogar fora meus infortúnios do amor
Se me fez bacharel valeu meu Deus do céu
Já tenho defesa pras peças que a vida pregou

Se eu trabalho pra mim ai é que eu me dou
E aprendo assim a ser bom professor
Se o mal tempo me vem sorrio e digo amém
Um dia após outro dia o vento levou

Se ele me quer um maestro,
Eu sigo no gesto e orquestro com a mão
Dando, tirando, buscando, comando que for o melhor pra canção

Quando eu fui um bombeiro,
Eu fui o primeiro que a chama apagou, aceso o solidário coração

Se eu for requisitado,
Pra ser deputado ou vereador
Eu vou lutar para honrar e fazer juz ao voto do meu eleitor

E se eu vier marinheiro,
Um bom brasileiro acerto a maré
Eu sou da profissão de amor e fé