ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018

ESPECIAL ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2018 | Sugira sua emenda nos comentários. Vote nas enquetes. Dê sua opinião. Ajude nosso mandato a ser verdadeiramente popular e participativo!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

NOVO BLOG NA LISTA: CIDADE JARDIM - A PRIMEIRA NOVELA DE CABO FRIO


Incluimos nesta semana um novo endereço de blog na nossa lista de indicações: o blog Cidade Jardim, da primeira novela a ser produzida, filmada e exibida em Cabo Frio, na Jovem TV, sob a direção e organização do amigo Guilherme Guaral. Pelo blog, podemos acompanhar as novidades da novela. Parabéns a todos da equipe!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

CONVITE - LANÇAMENTO DE LIVRO


Nesta quinta-feira, dia 30 de dezembro, a partir das 20h, no Museu José de Dome – Charitas, a Secretaria de Cultura lança o Anuário de Cabo Frio 2010, com 33 artigos científicos inéditos sobre a cidade. O lançamento será a partir das 20h e terá noite de autógrafos.

O livro conta com meu artigo Histórias de Pescador - Dados culturais relevantes à observação da identidade social dos Pescadores Artesanais da Gamboa (Cabo Frio-RJ), referente às minhas pesquisas de Especialização e Mestrado. Espero a presença de vocês.

Outros autores de renome também publicam seus artigos no Anuário - José Facury fala sobre o teatro em Cabo Frio; Evangelus Pagalidis trata do olhar estrangeiro sobre Cabo Frio em fins da década de 50 através da análise das fotos de um austríaco e um grego na época. Célio Mendes Guimarães, José Altamirano, Dolores Brandão, Eraldo Maia e Octávio Perelló também integram o time.


Um abraço,

Rafael Peçanha

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

AGORA É OFICIAL : JANIO É DEPUTADO ESTADUAL
























Com o anúncio da nomeação do Deputado Estadual eleito Felipe Peixoto (PDT) para a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, o cabofriense Janio Mendes já pode se considerar oficialmente Deputado Estadual. Janio era primeiro suplente do Partido e com a nomeação de Felipe, assumirá o cargo em janeiro de 2011.

A notícia da nomeação de Felipe Peixoto encontra-se, entre outros sites, no portal do Jornal do Brasil(http://www.jb.com.br/rio/noticias/2010/12/28/sergio-cabral-anuncia-hoje-novos-secretarios/). O Deputado Federal pedetista Brizola Neto, que n]ao conseguiu se reeleger neste ano, assumirá a Secretaria Estadual de Trabalho e Renda.

A posse de Janio está marcada na ALERJ para o dia 2 de fevereiro, junto aos demais Deputados eleitos. Em seguida à cerimônia, haverá a eleição do Presidente da Casa.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

RETROEXPECTATIVA


Instituímos conselhos que, se fossem bons, seriam vendidos, e não dados a quem se inscreveu. Brigamos nas câmaras dos poderes de leis, não por um futuro melhor, mas por um presente mais rico (só para mim, de um lado ou do outro). Promovemos shows horríveis e prometemos shows maravilhosos se voltarmos ao poder, como se o termômetro da nossa vida fosse um palco iluminado, e não um asfalto quente de trabalhos. Criamos novelas e lançamos sonhos. Elegemos suplentes e distribuímos nossa confiança para quem não nos confiou. Assistimos brigas de galos, velhos e novos, lutando pela mesma cadeira-galinheiro que outrora lhes uniu.

Vimos blogueiros se separarem de suas amadas telas e jornalistas serem desligados de suas penosas folhas. Vimos fugas de folhas de papéis que intimavam e intimidavam, assim como vimos discursos de posses que não aconteceram. Vimos o crime fugir para cá e a polícia subir para lá. Vimos boatos escrotos e boateiros escroques. Vimos poderes fazerem propagandas caras daquilo que nunca fizeram, como a moça que exalta sua maquiagem, mas esquece do câncer a lhe corroer as estranhas que alguns chamam de cidade. Fizemos campanhas.

Homicídios locais foram vistos como manchetes nacionais. Vimos analfabetos serem eleitos sem serem analfabetos e leitores intelectuais serem analfabetos políticos. Vimos candidatos lançados com antecedências espetaculares e espetaculares mudanças de secretarias que nunca mudaram. Vimos um poder de baixo calão religioso calar-se diante de um povo que crê em si. Choramos falecimentos de pessoas que, de tão não perto, tornaram-se tão não distantes. Ficamos desesperados ao não sermos atendidos – upa, upa cavalinho: opa, morreu o cavalo, mas foi atendido (na recepção). Pedimos desculpas públicas porque vendemos nosso tempo para nós mesmos. Notamos agressões de quem pensa ou ama diferente de nós – agredimo-nos, portanto. Mergulhamos em chuvas que alagam a cidade para o cidadão que sabe nadar. Assistimos aos jogos da copa na cozinha e vimos um país entrar pelo cano do banheiro.

Quase emancipamos os índios do lado de lá porque o lado de cá os trata como índios. Vimos as fichas limpas serem sujas, e as sujas, serem lavadas nas escadarias de um trbunal que não é superior a ninguém. Ficamos sem Prefeito e não nos tornamos tristes por isso. Quase perdemos petróleos e granas. Eis um ano de quases.

Amamos e brigamos – amamos sempre por motivos grandiosos e brigamos por toscos assuntos. Planejamos, discutimos e programamos. Mudamos. Construímos e reformamos as casas que nós mesmos inventamos. Percebemos o outro. Aprendermos a sermos melhores. Entendemos mistérios e desvendamos obviedades. Mudamos a matemática – um com um ou com dois sempre dá um só. Apaixonamos-nos a cada dia por quem amamos em todos os minutos. Contemplamos olhares, admiramos roupas e sentimos falta de cheiros. Repetimos elogios. Lamentamos ausências e enraivecemos por falta de tempo. Desejamos mais. Pedimos menos. Beijamos com ardor. Sentimos dor e realizamos sonhos. Ficamos felizes e queremos mais – muito mais amor, muito mais amar. Acabou o ano. Adiante ao novo, pois o melhor sempre está por vir.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

MIGALHAS DESTA QUARTA...


---------- FÁBIO EMECÊ, do hip hop, diz que, para ele, Conselho agora "só se for de Classe".

---------- SENHA PARA ENTRAR NA CÂMARA? Parece a Casa da Borracha em São Cristóvão...

---------- BABADE E TOTONHO papeavam no Café do Joaquim hoje. Babade exibia uma ausência de barba em homenagem (ou protesto) ao Papai Noel, propagador das ideias neoliberais.

---------- OTÁVIO PERELLÓ, na redação do Completo, buscava boas lembranças do ano de 2010. Foi difícil...

---------- 3 DEPUTADOS ESTADUAIS DO PDT fluminense devem se licenciar em 2011 para integrar outras funções em governos nas três esferas.

---------- E CONTINUAM OS TESTES para a primeira novela de Cabo Frio, Cidade Jardim. A última bateria foi ontem. Guaral permanece em busca de tempo para respirar com tranquilidade.

---------- E LÁ SE VAI mais um dia...

domingo, 19 de dezembro de 2010

MIGALHAS - Macaé, Câmara e Conselhos


---------- O PREFEITO DE MACAÉ RIVERTON foi cassado nesta sexta-feira e tem poucos dias para conseguir uma liminar antes do recesso do Judiciário. Recentemente, Riverton tomou um pau muito feio nas eleições para Câmara Federal, quando seu irmão (Adrian Mussi – PMDB) teve cerca de 19% dos votos da cidade e seu adversário da oposição e candidato a prefeito de Macaé em 2012, Dr. Aluízio (PV) teve quase 60% dos votos da cidade, eleito com mais de 95 mil votos para o Congresso nacional.

---------- RIVERTON TAMBÉM ESCOLHEU UM NOVO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO que se encontra bem abaixo do nível exigido pelo seu sistema de ensino, que possui o 7º melhor colégio do Estado, de acordo com o IDEB 2009 (o Colégio Municipal do Sana, no qual ministro minhas aulas). O novo secretário tomou medidas que não levam em conta as peculiaridades locais e as características regionais, ferindo a LDB em seus artigos 23 e 25.

---------- ALÉM DISSO, O NOVO SECRETÁRIO deseja padronizar os dias de coordenação às quartas-feiras, sem levar em conta as características de cada unidade de ensino (conforme determina a LDB) e esquecendo que isso pode forçar alguns profissionais a estarem nas unidades de ensino quatro dias, ao invés de dois, impossibilitando o acúmulo com outro cargo de professor, conforme prevê o artigo 37 da Constituição federal.

---------- POR ESSAS E OUTRAS, ESTOU MUITO FELIZ OM A CASSAÇÃO de Riverton e torço para que ela se efetive. Macaé merece algo melhor e, desde já, declaro meu apoio a Dr. Aluízio para o pleito de 2012.

---------- CABE LEMBRAR QUE MOBILIZAMOS OS DOCENTES do Colégio onde dou aula – não voltaremos em 1º de fevereiro de 2011, mas sim iremos á Secretaria de Educação exigir nossos direitos. Não voltaremos às aulas enquanto as exigências da SEMED não forem retiradas.

---------- QUANTO À CONFUSÃO NA CÂMARA QUINTA-FEIRA. Cabe lembrar que temos erros dos dois lados: o governo tenta uma manobra legislativa/jurídica para impedir a posse de Alair; o grupo de Alair fica taxado de baderneiro, por culpa do próprio governo, que criou a idéia de “que toda voz contrária ao governo é do grupo de Alair”. Por outro lado, o grupo de Alair erra, porque se fixou apenas em um nome de liderança, afastando a participação de outros grupos da cidade, que também são insatisfeitos com o governo, mas temem uma vinculação política. Alair não criou nomes de lideranças e sucessores e agora paga um preço. Se a postura fosse outra, haveria muitos protestos e ações não só judiciais, m as também em outros ramos, contra o governo. Alair e seu grupo colhem o que plantaram em anos; Marquinho e seu grupo oferecem uma colheita amarga e dolorosa para a população.

---------- NÃO É POSSÍVEL ACEITAR UM CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA QUE TEM o Diretor do teatro Municipal de Cabo Frio, contratado pela Prefeitura, como representante da sociedade civil. Isso é sério? Se o Anderson que vi descrito como represente de tal área no Conselho for realmente o Macleyves, com todo o respeito ao José Corrêa e ao próprio Macleyves, o Conselho de Cultura é exatamente imoral.

---------- NA MINHA VISÃO, UMA FORMA MAIS PACIFICADORA DE REGER O PROCESSO seria convocar os conselheiros escolhidos pelo Fórum de Cultura 2009, entendê-los como candidatos já referendados, e, no máximo, realizar uma outra eleição, tendo os representantes eleitos pelo referido Fórum peso 2 na hora da votação. Seria uma espécie de “recall”, trazendo a comunidade cultural para confirmar ou não os nomes escolhidos em 2009, após o processo da Conferência.

domingo, 5 de dezembro de 2010

SOMOS (BEM MAIS DE) 40 - O mundo se acabando no Rio e em Cabo Frio – PARTE 2

Publicado no Jornal Folha dos Lagos em 4 de dezembro de 2010

Nessa semana, a Polícia Militar alcançou, no Estado do Rio de Janeiro, a mesma popularidade do Presidente Lula: 97% de aprovação, se retiramos da totalidade das opiniões apenas os que, definitivamente, reprovam ambos.

A pesquisa foi realizada e divulgada pelo IBOPE nesta sexta-feira, justamente quando começam a pipocar na mídia algumas insatisfações e denúncias contra a corporação: abusos nas vistorias a residências; acusações de suborno e violência. A fuga dos bandidos também teria sido facilitada por alguns atos isolados de oficiais da PM, de acordo com denúncias.

A questão revela algo mais profundo: nossa mania ocidental de sermos maniqueístas, ou seja, definirmos com totalidade as posições de heróis e vilões de uma história. De repente, como num passe de mágica, os policiais tornaram-se semideuses e a nossa busca por um Capitão/Coronel Nascimento real tornou-se uma freudiana missão arquetípica.

A operação de unidade das Forças Militares é histórica e as apreensões, bem como a tomada de territórios, é decisiva para o futuro e o presente da cidade do Rio de Janeiro. Mas isso não significa uma unção que limpe, de uma só vez, todos os pecados mais que originais de uma corporação.

Alcançamos uma nova fase na política de segurança pública carioca, fundada na unidade entre os planos municipal, estadual e federal, mas as marcas continuam. Ao lado disso, a prisão de esposas e contatos de chefes do tráfico carioca na Região dos Lagos reforçam o que já denunciamos na semana passada e em 2008: somos o braço forte do tráfico carioca no interior do Estado.

A outra descoberta da semana foi a nova relação entre tráfico, milícias e ALERJ, a partir dos resultados de 2010. Nas imagens de todos os canais de TV sobre a atual ocupação do Alemão e da Vila Cruzeiro, vemos ao fundo, ainda presente nas casas, placas eleitorais com o número 44931, que pertencia, nestas eleições de 2010, ao candidato Cristiano Santos Hermógenes, irmão de Marcinho VP, chefe do Comando Vermelho, preso em Catanduva.

Em 2006, a polícia prendeu Chiclete, menos conhecido como Cristiano, quando o rapaz declarou trabalhar para o Deputado Federal Alexandre dos Santos, do PMDB (reeleito em 2010) que negou as acusações. Cristiano também se declarou assessor de um Vereador carioca do PT do B. Neste ano, ao arrepio da Lei do Ficha Limpa, solto, Cristiano candidatou-se a Deputado Estadual pelo PRP, obtendo mais de 12 mil votos e sendo consagrado suplente do Partido pela ALERJ.

Cristiano é suplente de Thiago Pampolha, apoiado por Carminha Jerominho, Ex-Vereadora presa por envolvimento com as milícias. Em 18 de setembro, pouco antes das eleições, o candidato foi acusado de compra de votos, e a Procuradoria Regional Eleitoral tem dado seguimento ao processo.

Há muito mais do que uma oposição estática e estanque entre polícia e bandido nesta história. Há muito mais cidades envolvidas no que discutimos como tráfico carioca. O final da história é apenas o seu início.


P.S.: Segundo o blog SRZD, as investigações sobre a fuga do traficante Polegar apontaram que o memso teve o sumiço auxiliado por um carro da Polícia Civil. A placa? De um veículo da 126 D.P. de Cabo Frio...