segunda-feira, 29 de março de 2010

DEU NO SITE DO TRE-RJ


Abaixo, a notícia oficial da cassação de Marquinho Mendes veiculada pelo TRE-RJ em www.tre-rj.gov.br. O resto é balela:


"TRE-RJ cassa diploma do prefeito de Cabo Frio

O juiz Leonardo Antonelli negou recurso contra a sentença que cassou o diploma do prefeito de Cabo Frio, Marcos Mendes (PSDB) e o tornou inelegível por três anos. Com isso, Mendes deve deixar o cargo, mesmo que venha a interpor um agravo de instrumento, recurso que leva o processo a novo julgamento pelo colegiado do TRE-RJ. O prefeito foi condenado pelo juiz da 96ª ZE de Cabo Frio, Caio Luiz Rodrigues Romo, numa Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), impetrada pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN). Na decisão do juiz Antonelli, a vice-prefeita Delma Jardim (PP) foi punida por litigância de má-fé e vai pagar multa de R$ 5mil.

Eleito em 2008 com 47.799 votos (49,78% dos votos válidos), Marcos Mendes foi acusado por abuso de poder econômico e político, conduta vedada a agente público, improbidade administrativa, uso da máquina administrativa e uso indevido dos meios de comunicação, com a realização de propaganda eleitoral antecipada e institucional. Nas propagandas, o prefeito eleito de Cabo Frio divulgava programas sociais proibidos pela legislação eleitoral, como a distribuição de bens e serviços, de cestas básicas e a contratação de pessoal sem concurso público."

Um comentário:

Anônimo disse...

Rafael, o 2º colocado Alair Coça de Correa, faz de todos os modos para adentrar na prefeitura pela porta dos fundos, pois o cara não tem profissão, vive de política, é politiqueiro profissional, como deputado é o mais faltoso da Alerj, além de só servir como pau mandado do Picciani.

O negócio é a tal da caneta de prefeito, é poder, poder e poder, amor à Cabo Frio passou de largo,
é o espírito de Luíz XIV, o Rei Máquina, deus sol, vc conhece bem essa história.

Ainda bem que eu não preciso dessa tuuurma, pois eu tenho profissão, sou cabofriense, e não idiota.