quinta-feira, 23 de outubro de 2008

UM POUCO DE POESIA...

AO SOM DE DERRIDA
Lira Moura*

Acasos e fronteiras
Tristeza importuna
Esperança intranqüila
Conflitos e sonhos
Corpos em colchas de chenile
Corações recheados de arco-iris
Numa completude desastrosa
Em versos de pingue e pongue
Eis que ascende a primavera!
Filosofias! Luas e brincos
Tropeços no exagero
Vinhos e chocolates
Dançando e desconstruindo
Um caminho novo
Um novo caminho
Com doce sabor de menta


*Poetisa e filósofa portuguesa

Nenhum comentário: